Felipe Melo notifica o Palmeiras e pede reintegração ao elenco

Felipe Melo treina separado do restante do elenco desde que foi afastado por Cuca.

PorGazeta Esportiva

11/08/2017 08h18
Foto: Sergio Barzaghi

Punido há duas semanas com o afastamento do elenco, por conta inicialmente de um atrito com o treinador e depois de um áudio em que xingava o técnico Cuca, o volante Felipe Melo notificou o Palmeiras extrajudicialmente nesta quinta-feira pedindo a sua reintegração ao grupo de atletas. Segundo publicou o Blog do Perrone, os advogados do atleta alegam que ele estaria sendo alvo de assédio moral, já que não tem as mesmas condições de trabalho que os seus companheiros.

Procurada pela Gazeta Esportiva, a assessoria de imprensa informou que o Palmeiras não comenta questões jurídicas. A reportagem apurou, porém, que o clube já recebeu a notificação extrajudicial.

A alegação diz respeito aos horários alternativos de treino aos quais o meio-campista foi submetido desde a decisão da diretoria em tirá-lo do dia a dia de treinamentos. Como não tem uma rotina igual à dos companheiros, mesmo estando em condições de atuar nas partidas, Melo considera que o clube estaria infringindo a lei trabalhista.

O Palmeiras não se posicionou oficialmente até a publicação desta notícia, mas já teve algumas conversas internas para saber como lidar com uma das principais contratações para a temporada. Visto como um atleta com mercado tanto no país quanto fora, apesar dos 33 anos de idade, o jogador, a princípio, poderia ser utilizado como moeda de troca para a chegada de novos reforços.