PA flagra mais de 400 cabeças de gado morrendo de fome em Carbonera

O proprietário deve responder por maus tratos.

PorIlustrado

09/08/2017 13h22
Foto: Divulgação/PA

A Polícia Ambiental flagrou mais de 400 cabeças de gado morrendo de fome em uma propriedade rural no distrito de Carbonera, em Maria Helena. A fiscalização aconteceu no início da noite de segunda-feira (7), quando pelo menos 30 carcaças de animais foram encontradas espalhadas pela propriedade com cerca de 100 alqueires.

O caso foi encaminhado para investigação à Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar). Em menos de um ano esse é o segundo caso de mortandade de gado bovino flagrada pela PA na região. No primeiro caso, foram mais de 1.000 animais encontrados em situação de desnutrição grave em Altônia.

Segundo o tenente da Polícia Ambiental, Alcimar Crescêncio, apenas um caseiro foi encontrado na propriedade. O proprietário seria morador de outra cidade e seria uma pessoa idosa e com uma doença grave. “Esse deve ser o motivo da ingerência da propriedade”, explicou Alcimar.

Um Termo Circunstanciado será lavrado assim que o proprietário for identificado. A PA e o Adapar devem realizar um levantamento junto ao Cartório de Registro de Imóvel. Segundo Alcimar, a prioridade no momento é garantir a suplementação na alimentação do gado. “Na propriedade até existe pasto, mas não é suficiente para saciar aos animais”, explicou.