Suspeito de assalto morre em confronto com a Polícia Militar

Souza teria apontado um revólver para os policiais, que revidaram. Alvejado uma vez, ele veio a óbito no local.

PorNoti-cia

09/08/2017 17h38
Foto: Tribuna de Cianorte

Um homem morreu no final da manhã desta quarta feira (9), após confronto com a Polícia Militar em Cianorte. O fato aconteceu por volta das 10h30, durante uma perseguição policial na vila sete. Segundo informações colhidas no local, dois homens assaltaram uma residência, na Estrada Pão de Açúcar, trancaram uma mulher no banheiro e levaram além de objetos da casa, um veiculo Gol do morador.

A Polícia Militar foi avisada do roubo, e uma viatura que já se encontrava no bairro próximo, foi para o local. Os bandidos saíram da estrada e adentraram na PR-323, quando avistaram a viatura e fugiram pela rodovia sentido ao trevo da Avenorte. Os policiais passaram a fazer um acompanhamento tático, com sinais sonoros e ordem de parada, mas os meliantes em alta velocidade, entraram no trevo e tomaram a Av. Maranhão, perdendo o controle e chocando-se na traseira de um caminhão estacionado.

Um dos marginais que conduzia o veículo acabou preso, mas o passageiro saiu correndo e apontou uma arma de fogo do tipo revólver contra os policiais que revidaram com um disparo. O suspeito identificado como Otávio Sérgio de Souza, 25 anos, caiu em um terreno baldio próximo do local já em óbito. O rapaz já contava com várias passagens por tráfico de entorpecentes.

A equipe do Samu, foi acionado com o médico intervencionista, mas apenas constatou o óbito do suspeito, nçao podendo fazer mais nada pelo indivíduo.

O outro indivíduo com passagens por tráfico de drogas, recebeu voz de prisão e foi encaminhado à 21ª SDP, ficando a disposição da justiça, e deve responder pelo crime 157 (roubo a mão armada).

A arma, um revólver de calibre 38 que o marginal usava, foi recolhido pela polícia militar e repassada para a Polícia Civil que deve investigar a situação. A criminalística foi acionada para os devidos levantamentos e o IML recolheu o corpo para encaminhar à Campo Mourão para os exames de Necrópsia.